Home / Desenvolvimento Social / Limoeiro marca presença na capacitação do Selo UNICEF

Limoeiro marca presença na capacitação do Selo UNICEF

Crédito da foto: SDSC

O município de Limoeiro participou da primeira etapa de capacitação do Selo UNICEF 2017 na última sexta-feira (15), em Caruaru. O Selo é uma certificação internacional no intuito de mobilizar a sociedade, poder público e parceiros para que os municípios possam investir em ações relacionadas a melhoria das políticas públicas na redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes ao melhorar a oferta de serviços como saúde, educação e assistência social.

Nossa cidade esteve representada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, através da secretária da pasta Cristiane Barbosa, a gerente de juventude, Rayane Souza, com Diego Pires pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e pela Secretaria de Saúde, por Edna Loiola e Michely Pedrosa.

Durante o encontro, foi entregue um balanço do último Selo, relativo ao ano de 2016, no qual o município foi aprovado. A participação da cidade no evento foi produtiva e será importante para que a rede legitime os direitos das crianças e dos adolescentes, previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A metodologia do Selo UNICEF inclui Ações Estratégicas (o que os municípios precisam realizar) e Indicadores de Impacto Social (os resultados que os municípios precisam melhorar) relacionados aos direitos à saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes.

O legado do Selo UNICEF só tende a ser positivo para a Princesa do Capibaribe, pontua a articuladora Cristiane Barbosa. “Mais importante do que receber o selo é garantir educação de qualidade, saúde, bem-estar e igualdade de gênero, além de se comprometer a erradicar a pobreza. Ficamos por dentro da proposta, dos processos de capacitação e avaliação da estrutura do Selo UNICEF. Teremos um próximo encontro em março de 2018, que vai repassar as próximas etapas. O encontro de sexta-feira repassou aos municípios o monitoramento da rede, na qual Limoeiro já está inserido por ter o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e o Conselho Tutelar ativos, que são resultados significativos”, ressalta.

De acordo com a mobilizadora, Rayane Souza, sobrevivência e desenvolvimento são as palavras-chave do trabalho a ser feito com crianças e adolescentes. “É um compromisso que deve ser firmado entre o governo do país, dos estados e dos municípios, as empresas privadas, os organismos internacionais e a sociedade civil. Vamos promover projetos sociais que os incentivem a se prevenir contra graves doenças, a praticar esportes, estimular a união e a diversão entre eles e, também, para fazer com que cresçam longe de situações de risco”, disse lembrando que a faixa etária que mais necessita de atenção é a de 8 a 17 anos e que também irá contar com a participação de jovens de 17 a 29 anos.

O que é o Selo Unicef – Para estimular os municípios a implementar políticas públicas para a redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) criou o Selo UNICEF.  A iniciativa engloba, atualmente, 1.902 municípios de 18 Estados brasileiros, sendo os nove da região Nordeste (Pernambuco, Bahia, Ceará, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão e Piauí), os sete do Norte (Amazonas, Pará, Tocantins, Roraima, Rondônia, Acre e Amapá), um do Sudeste (Minas Gerais) e um do Centro-Oeste (Mato Grosso). No Selo, os Estados são divididos em duas regiões: Semiárido (AL, BA, CE, MG, PB, PE, PI, RN e SE) e Amazônia (AC, AP, AM, MA, MT, PA, RO, RR e TO). Cada município constrói um planejamento de acordo com a realidade local e se articula para mobilizar prefeitura, secretarias, parceiros e a comunidade civil a implementar a metodologia do Selo UNICEF e garantir a qualidade de vida dos jovens.

About Departamento de Imprensa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*